Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Se algum dia acreditei

por Clara, em 15.05.18

Fui sempre catalogada como "boa aluna".

Ainda na primária, fiquei dececionada por assegurar apenas o 3º lugar no Quadro de Mérito (que estupidez!). 

Mais tarde escorreguei na Matemática e fugi dela quando ingressei no ensino secundário. Hoje, acho mesmo que a ideia preconcebida de que aquela disciplina era um bicho papão ditou a minha escolha pelas humanidades. 

Não precisei nunca de ter a minha mãe a limitar o tempo de brincadeira em prol do estudo, eu mesma tinha essa consciência. No ensino superior, idem. Aluna aplicada mas também elemento presente das festas académicas, das praxes, da tuna... 

Perante as pautas, ficava muitíssimo orgulhosa sempre que um resultado ia de encontro ou superava as expectativas.

Muito embora a minha vida profissional não o exigisse, seis anos após concluir a licenciatura, decidi avançar para o mestrado, numa perspetiva de aprendizagem contínua e evolução pessoal. Aí não facilitei nada, talvez com o intuito de me pôr mesmo à prova.

Orgulho-me do percurso que fiz e do que me foi proporcionado mas lamento o facto de me subestimar e ficar envolta em inseguranças. Enquanto estou a meio do "processo", duvido de mim e das minhas capacidades. Depois lá vem a vida encarregar-se de mostrar que a palavra chave é Acreditar, e que o esforço é sempre compensado.

Para minha absoluta incredulidade, primeiro fui convidada a escrever um capítulo de um livro e, depois, a dar uma aula onde já estive, tantas vezes, como aluna e... 

continua... 

Só ainda não como nem de que jeito, mas continua, tenho a certeza. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ora, apreciem...

por Clara, em 20.10.15

Uma pessoa está concentradíssima a trabalhar num novo projeto e eis que a RFM chega e quebra toda a nossa atenção na escrita de um documento que já conta com (really?) 43 páginas!!!

No escritório ecoa esta música em alto e bom (ou não) som: 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Regressei de férias há pouco mais de um mês e só agora consegui pôr ordem na minha secretária que, asseguro, nunca esteve tão caótica durante dias seguidos. Cheguei a ter vontade, imaginem, de estender o horário de trabalho por mais umas horas só para fazer face a todas as solicitações, credo! Envolvi-me (e envolveram-me à força toda) em projectos que não estavam na minha agenda e as tarefas sobrepuseram-se umas às outras... pronto, sim, sim, isto foi o caos mas já entrou, muito embora a custo, em velocidade cruzeiro.

Paralelamente, procuro inspiração para escrever 40 páginas que, não sei como nem quando, me comprometi a entregar daqui a uns dias. Uma estreia no campo profissional que em nada se assemelha ao que faço actualmente.

Bom, tudo isto em modo grávida de 20 semanas (hoje enjoada até mais não), o que não se coaduna com o descanso que a senhora enfermeira me recomendou. Falando nisso, não no descanso, na gravidez, pimpolhinho tem um nome, já vos disse? Começa pela letra D, um dos reis de Portugal. Fica fácil assim...

O que também não abranda é esta fome insaciável, que até me faz evitar a balança lá de casa. Tenho sermão do obstetra na consulta desta tarde, é limpinho!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tese

por Clara, em 27.03.15

Esta tarde senti saudades da minha tese de mestrado e lá fui revisitá-la ao RepositóriUm. Passei o rato pelas páginas, lentamente, até ficar convencida de que fiz um trabalho do caraças!

Gosto de alimentar o meu ego, sim, sim, admito. Mais do que isso, gosto de congratular-me pelo esforço tremendo que fiz naquela altura. Foram semanas a fio a escrever, a ler, a investigar, que culminaram num merecido 17. Sem falsas modéstias.

Autoria e outros dados (tags, etc)


A escrita é o meu espelho e, se querem saber mais sobre mim, basta que consigam ver-me para além dele.

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D




Pesquisar

  Pesquisar no Blog