Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escrevi um post e arrependi-me...

por Clara, em 02.04.15

mas sou uma sortuda, posso eliminá-lo. Não estou a falar de mim, nunca o fiz mas sei lá o que o futuro me reserva. Certamente, quem faz uso do botão Apagar terá as suas razões.

Vamos lá seguir este raciocínio. Quando, da boca, nos saem palavras disparadas, sem que haja grande reflexão sobre o que vai ser dito ou o impacto que vai ter, aí não há nada a fazer, não há delete que nos valha. Mas há, no entanto, autenticidade.

Na escrita, num blogue ou numa rede social, dizemos o que bem estendemos, camuflados, muitas vezes, por um anonimato que nos dá (ainda) mais liberdade de expressão, porém, com a infinita possibilidade de usar da dissimulação e falsidade. Pode dar-se o caso de, no minuto, horas ou dias seguintes, o arrependimento vir ao de cima e vai de usar o milagroso Apagar.

Pessoalmente, não gosto de abrir a lista de Leituras e carregar em Continuar a ler e perceber que, ups, foi eliminado. Dá-me vontade de não voltar lá, mas se calhar passa. Se calhar, não.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Celebremos, pois, o post nº 100. Se as aulas com o mesmo número eram, efusivamente, comemoradas nos velhos tempos de escola, não vejo porque não assinalar o evento neste mundo blogosférico (perdoem-me se a palavra não existir, tive preguiça de confirmar no priberam).

Espero viver mais uns bons e longos anos sem esquecer aquela aula nº 100, no 9º ano, em que juntámos as mesas da sala, de modo a que se tornassem numa gigante pista de dança. Roxette, com It must have been love fez as delícias dos presentes. Eu, à data, caídinha pelo Migalhas (eh pá, Nuno, se um dia chegares a este blogue vais perceber que estou a falar de ti porque dificilmente haverá, neste país, um outro (agora) homem chamado Nuno, com apelido de Migalhas - e só não escrevo aqui a localidade com medo que, porventura, possas mesmo cá chegar e a minha vida ainda se transforma, credo!), levei um balde água fria quando vi o estúpido a dançar agarradinho a uma colega da turma. Sonsa! Roubou-me o gajo por quem eu suspirava tanto e ainda fez com que deixasse de apreciar Roxette. Porém, aquela música marcou-me p`ra vida, perdi ali um grande amor julgam o quê?, e ainda hoje gosto de a ouvir.

Por aqui não temos Roxette, nem os bolinhos e sumos comprados com os 100 escudos de cada aluno da turma. Também não temos amêndoas, que era uma coisa que ficava bem dada a época, mas o primeiro pacote tipo francês foi em menos de uma hora (não dizem que é de manhã que se começa o dia?). Temos, no entanto, um sorriso no rosto porque, apesar de ser 2ª feira, esta semana é mais pequenina, espera-se calor e muitas amêndoas, em sendo Páscoa não podem faltar amêndoas. Já tinha falado em amêndoas?

Ora então, post nº 100. Oh yeah! Chegámos longe, ah?

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Marta, onde me foste meter. Olha que eu sou novata nestas coisas!

Ainda assim, uma jornalista é sempre uma jornalista e sabe-se lá se esta não é a minha rampa de lançamento para a fama. Portanto, aqui vai:

1 - O que vos levou a criar um blog?

A necessidade e o gozo de escrever sem filtros, fazendo com que complete com palavras muitas das reticências do meu discurso.

2 - Porquê a escolha do Sapo?

Em tempos tive um blog no blogger. Quis, desta vez, algo diferente.

3 - Notam alguma evolução na vossa escrita desde que começaram até hoje?

Não. 100% eu desde o início.  

4 - Sobre que temas mais gostam de escrever?

Basicamente escrevo sobre as minhas vivências, assuntos que me despertam a atenção, curiosidades, amor... gosto de escrever sobre o Amor!  E sobre o trabalho, é um tema inesgotável.

5 - Quais eram as vossas expectativas quando criaram o blog, e de que forma têm vindo a ser concretizadas?

Vejo o blog como um diário. Nunca almejei outra coisa senão um "livro" em branco que vou escrevendo sempre que tenho vontade. 

6 - Houve algum epísódio caricato que vos tenha acontecido enquanto bloggers?

Fiquei surpreendida na 1ª vez que o Sapo me destacou. Isso já aconteceu 2 vezes e a sensação é agradável, confesso :) 

Caricato propriamente não. Nunca fui perseguida, mal-tratada ou chantageada, pelo que não vejo que outras situações poderiam ser rídiculas.

Notazinha importante: A minha abordagem é, maioritariamente, sarcástica. Aqui e em todo o lado.  

7 - Notam alguma diferença entre os blogs mais antigos, e os criados na actualidade?

Tenho a noção de que há blogs aos pontapés, alguns sem conteúdo absolutamente nenhum. Na volta, o meu é um deles! 

8 - Podem-se fazer amizades através dos blogs?

Hum! Não dou facilmente a mão à palmatória nesta coisa das amizadores/amores virtuais. Gosto de ver o rosto, olhar nos olhos!

9 - Quais os vossos desejos bloguísticos para o futuro?

Muitas páginas do "tal" livro para escrever.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

...

por Clara, em 28.11.14

Sem inspiração para escrever um linha que seja...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

O primeiro post

por Clara, em 12.06.14

Olá Mundo! Fala a Clara. É um prazer estar deste lado!

Estou entusiasmada com o blog. Mais, estou até convencida de que conseguirei expressar-me aqui, sem filtros e sem reservas.

Então, até já... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


A escrita é o meu espelho e, se querem saber mais sobre mim, basta que consigam ver-me para além dele.

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D




Pesquisar

  Pesquisar no Blog