Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Querida Nadia

por Clara, em 06.02.15

Recebi no meu e-mail pessoal o seguinte:

"Olá Querido.
Querido, meu nome é Nadia James. Eu sou uma garota à procura de uma pessoa de confiança para compartilhar minha vida com, por favor, eu não quero incomodá-lo com os meus sentimentos, mas pense comigo, eu gostaria de nos ser amigos e se conhecem muito bem, por favor, se você gostaria de saber mais sobre mim, me responda agora, com este meu endereço de e-mail para que eu vou lhe dizer mais sobre mim e também enviar-lhe as minhas fotos, eu vou ser feliz de ver a sua resposta,
Senhorita Nadia James.
"

Perceberam o português brasileiro desta senhora? Pois, eu também não, mas fiz um esforço, garanto. O que mais me intrigou foi o facto de se dirigir a mim chamando-me de querido. Olha agora! Então não se vê pelo meu endereço electrónico que sou Clara, C-l-a-r-a!

Bom, Nadia, se me estás a ler, vai por mim, procura outra pessoa de confiança, eu não sou uma delas. E é só por isso, querida, não é nada pessoal. Espero que me entendas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Violência: os monstros existem

por Clara, em 03.02.15

Como é que um homem consegue valer-se da sua força e brutalidade na própria mulher, nos filhos que nasceram sangue do seu sangue?

Vemos casos de violência doméstica noticiados diariamente e ficamos chocados, claro que sim, mas é so naquele momento, pouco depois esquecemos. Esquecemos porque não conhecemos aquela realidade, aquelas pessoas, até ao dia em que somos postos frente a frente com essa monstruosidade, até ao dia em que alguém chega manchado de nódoas negras, até ao dia em que nos dizem que já denunciaram mas, ainda assim, não restou outro lugar para dormir que não os fundos da sua própria casa. E ficamos paralisados. Enfurecemos, enraivecemos com a impotência de não poder fazer nada. E ficamos só na esperança de que o desfecho seja o melhor e que quem tem nas mãos aquelas vidas faça o que lhe compete, salvar aquela mulher e os filhos do monstro que os aterroriza todos os dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sweet February...

por Clara, em 02.02.15

O mês de Fevereiro começou estupidamente bem. Duas grandes surpresas, duas surpresas que não esperava, de todo.

Ontem, notícias dela. Ainda não sei muito bem o que fazer com as lágrimas que inundaram os olhos, e com um coração que saltou de felicidade por saber que ela sente a minha falta, mas sei que esta história ainda não acabou.

Hoje, um e-mail na caixa de correio que me deixou-me de boca aberta, de tão inesperado e aliciante.

Preciso organizar esta mente, os pensamentos andam aqui aos trambolhões!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 2/2



A escrita é o meu espelho e, se querem saber mais sobre mim, basta que consigam ver-me para além dele.

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D




Pesquisar

  Pesquisar no Blog