Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tenho medo das palavras

por Clara, em 23.06.17

Expresso-me melhor a escrever do que a falar, digo eu que, às tantas, não faço bem nem uma coisa nem outra.

Tenho uma pessoa de quem gosto muito a precisar de um "vai tudo correr bem" ou um "vai dar certo"... Uma amiga, que é também colega de trabalho, relativamente recente minha vida, está a passar por momentos complicados, por uma fase menos boa.

Eu, tão magoada que fui nestas coisas da amizade, quero ter a capacidade de não catalogar toda a gente na mesma categoria, e mostrar a essa pessoa que lhe dou a mão, e o braço se também for preciso.

Eu que, ao longo dos últimos anos, quis manter um distanciamento confortável nas ligações que criei com colegas de trabalho, deixei que desta vez fosse diferente. Não posso não alimentar uma amizade só porque tenho medo. E, portanto, o meu receio agora passa por não ter a palavra certa, no momento certo, porque nisto das palavras eu não sou a melhor. Conforta-me saber que estando eu no seu lugar, o silêncio no colo de uma amiga seriam o bastante para me sentir melhor.

Com isso, com essa presença, os que preenchem o meu coração poderão sempre contar! Ela não será excepção...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fim-de-semana

por Clara, em 15.05.15

Terminar a semana em grande é sentar na cadeira da dentista. Valha-me o jantar entre amigos, amanhã à noite, para animar o fim-de-semana.

Estes últimos tempos apostámos em dar uma lufada de ar fresco na nossa vida social, um pouco abafada desde o nascimento do filhote. Naturalmente, os programas agora são diferentes e bem mais reduzidos por serem ajustados também à criança, mas fazem-nos tão bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Do campo

por Clara, em 12.05.15

Estou aqui verdadeiramente revigorada, após um fim-de-semana maravilhoso em pleno Alto Minho. Podia descrever agora onde estive alojada, falar-vos das maravilhas do turismo rural e da simpatia com que me acolheram, o que degustei e visitei mas, como os custos foram suportados por mim, não me apetece fazer campanha publicitária gratuita (o meu estatuto de bloguer é fraquinho, fraquinho, fraquinho, fazer o quê?!).

Pronto, agora que já perceberam o quão apurado está hoje o meu humor, deixo-vos com uma dica: vale muitíssimo a pena explorar e conhecer o Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Do reencontro

por Clara, em 23.02.15

Fui pontual. Esperei por ela poucos minutos e à chegada um beijo e um abraço sentido mas breve. Eu imaginava um abraço demorado e apertado, com muitas lágrimas e lamentos, ao estilo de uma cena de filme, porquê é que nos perdemos, porquê?..., mas não, o local era público e foi talvez isso que nos intimidou. Deixamos a conversa fluir e durante uma hora e meia atropelámos assuntos. Falamos de nós, da barreira que se ergueu nas nossas vidas durante estes anos e que só agora conseguimos derrubar.

Fiquei a pensar, no regresso a casa, que perdemos tanto uma da outra! Tanto.

Que o tempo seja, desta vez, o aliado da nosso reaproximação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nervoso miudinho

por Clara, em 20.02.15

Estou a 24 horas de um reencontro imensamente desejado, fantasiado até. Passaram-se 8 anos, uma eternidade, caramba!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quebramos o feitiço

por Clara, em 09.02.15

 

Chegámos à fala através de mensagens. Enchi-me de coragem, escrevi e carreguei no botão Enviar. E resultou. Ficou a promessa de um encontro em breve.

Nem sei o que esperar mas, ainda assim, espero ansiosamente.

Durante todos estes anos imaginei o reencontro, questionei como seria se a nossa amizade não se tivesse perdido, se seria possível retomar uma ligação quebrada durante tanto tempo, se ela pensaria tanto em mim quanto eu nela... Isto de se ter uma irmã de coração durante mais de 20 anos e perdê-la durante 8 é coisinha para nos tirar o sono, atentem no que vos digo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sweet February...

por Clara, em 02.02.15

O mês de Fevereiro começou estupidamente bem. Duas grandes surpresas, duas surpresas que não esperava, de todo.

Ontem, notícias dela. Ainda não sei muito bem o que fazer com as lágrimas que inundaram os olhos, e com um coração que saltou de felicidade por saber que ela sente a minha falta, mas sei que esta história ainda não acabou.

Hoje, um e-mail na caixa de correio que me deixou-me de boca aberta, de tão inesperado e aliciante.

Preciso organizar esta mente, os pensamentos andam aqui aos trambolhões!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Postal de Natal no lixo?

por Clara, em 15.12.14

Lamentavelmente, isto não deu em nada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tentei uma aproximação a uma pessoa de quem estou afastada há anos, alguém que me acompanhou a vida toda mas de quem a vida me afastou.

Crescemos juntas, estudámos juntas, partilhámos até a mesma casa. Nos momentos mais importantes estivémos lá, uma para a outra, até que a puta da ambição, a inveja ou lá o que foi, atravessou-se no nosso caminho sem pedir licença.

Aviso já que se isto der para o torto nunca mais me perdoo. Já chega ter metido o orgulho no bolso e arriscar.

Autoria e outros dados (tags, etc)


A escrita é o meu espelho e, se querem saber mais sobre mim, basta que consigam ver-me para além dele.

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D




Pesquisar

  Pesquisar no Blog