Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


1. Gabo o trabalho de uns

em digitalizar fotos do casório (porque há pouco mais de uma década ainda não se entregavam fotografias em formato digital aos noivos ) para poder espetar com elas no facebook e parabenizar a cara metade pelos anos de casados.

Uma pessoa, sabendo o que sabe acerca da relação (que agora não interessa nada), limita-se a apreciar as juras de amor trocadas nos comentários e os votos de felicidades que os amigos vão fazendo.

Como é lindo o amor!

E a hipocrisia também.

 

2. Gabo a lata de outros

em, não obstante acreditar que a separação pela qual esteja a passar seja muitíssimo dura, aceitar que os outros se encarreguem de lhes pagar as continhas.

Calma! Não sou assim tão insensível, não me interpretem mal. Refiro-me a continhas de móveis em segunda mão, uma prioridade na vida de alguém que tem a própria vida virada do avesso.

Ainda assim, perguntariam vocês, porque estás tão indignada? Olhem, porque me saiu da conta, ou melhor, não foi da minha, foi da conta bancária dele, o que na prática vai dar ao mesmo.

 

3. Gabo ...

 

Se calhar, hoje fico por aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Vocês não gostam de surpresas? E daquela sensação única de descobrir uma coisa agora, outra depois, sem pressas, deixando que o tempo nos diga, afinal, quem é, de onde vem, o que faz, o que gosta e odeia?... A escrita é o meu espelho e, se querem saber mais sobre mim, basta que consigam ver-me para além dele.

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D




Pesquisar

  Pesquisar no Blog